0

Com atrações de destaque do cenário underground de São Paulo, a quarta edição do evento acontece dia 15 de dezembro, na Associação Cultural Cecília, em São Paulo

Criado em 2018 com o objetivo de incentivar e valorizar a produção cultural de mulheres e pessoas LGBTs do cenário underground, o Desviantes Fest chega em sua quarta edição demonstrando a força da organização coletiva. A programação conta com shows das bandas: Bioma, Messias Empalado, Rastilho e Chuva Negra, além de exposição de arte com Rebbeca Catarina, flash tattoo   de Tamú Candylust e também comida vegana com Transilvegan e Frida’s Vegan Food.

O destaque da quarta edição, fica por conta da banda que abrirá o evento: Chuva Negra. O convite feito à uma banda de homens, que possui uma trajetória de visibilidade para abrir o festival com bandas de mulheres, LGBTs e pessoas não brancas na formação, é uma tentativa de aproximar os dois públicos de bandas que são divididxs por barreiras sociais e estruturais como o racismo, machismo e LGBTfobia.

As bandas:

Chuva Negra é uma banda paulistana de punk rock formada em 2010 com o lançamento do primeiro álbum, Terapia, a presença do punk/hardcore na vida dos integrantes traz como bagagem, além da parte musical, a responsabilidade com relação à mensagem passada. O discurso antifascista é constante nas letras e o posicionamento político da banda o que torna a experiência dos shows ainda mais intensa.

Rastilho é uma banda de Crust/Punk formada em Dezembro de 2015, com letras que abordam críticas sociais, procurando tratar da complexidade e do dinamismo da expansão do capital sobre nossas vidas e territórios. Nesse evento apresentarão músicas novas,  que estarão no segundo álbum da banda, que será lançado no primeiro trimestre de 2020.

Messias Empalado é uma banda formada em 2017 por integrantes LGBTs, voltada a temática anti-cristã e anti-fundamentalistas religiosos, contra toda opressão às minorias sociais, com som influenciado por EBM, Darkwave, Post Punk, Noise, Industrial.

Bioma é uma banda de queercore feminista formada em 2017 que surgiu a partir do encontro de mulheres da cidade de São Paulo com discurso feminista e posicionamento libertário, anti-racista, anti-LGBTfóbico e anti-CIStêmico com duas demos lançadas e quase prontas para lançar um full álbum em 2020.

A quarta edição:

É organizada por integrantes de bandas da cena punk/hardcore que se juntaram para fortalecer a iniciativa de produção underground das minas: Natália Pinheiro, vocalista da banda Bioma, Gabi Delgado vocalista da banda Cosmogonia e Marcelo Papa, guitarrista da banda Rastilho. O Coletivo hoje se consolida como um espaço não apenas de fortalecimento da produção cultural das mulheres, como também de defesa de pautas anti-racistas, LGBTs e antifascistas. Segundo Natália Pinheiro: “Queremos incentivar as mulheres e LGBTs da cena underground criando um espaço seguro de troca e dando visibilidade à arte produzida por essas pessoas e que ainda não estão presentes nos palcos de festivais tradicionais”.

O evento também será um ponto de coleta de alimentos não perecíveis que serão encaminhados para o Coletivo Mulheres da Luz, que busca promover o acesso às políticas públicas e a defesa dos direitos humanos das mulheres em situação de prostituição na região central da cidade de São Paulo. Esse ano o coletivo quer oferecer 200 cestas natalinas para compor a ceia das famílias da região.

Serviço

Desviantes #4

Data: 15 de Dezembro

Horário: 16 horas

Local: Associação Cultural Cecília

Endereço: Rua Vitorino Carmilo, 449, Barra Funda, São Paulo (SP).

Valor da entrada: R$ 15,00

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/720232175128921/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *